Qual a importância do sono regulado para crianças?

Qual a importância do sono regulado para crianças?

As crianças passam por diversas etapas de desenvolvimento ao longo de seu crescimento, sendo muito importante entender como tudo acontece, a fim de promover as melhores condições, tanto na escola quanto em casa. No entanto, ainda que brinquedos educativos e brincadeiras sejam essenciais, um ponto que faz toda a diferença, mas nem todos os pais sabem, é o sono. As sonecas têm profundo valor para os pequenos, desde bebês até quando ficam mais velhas e, pensando nisso, preparamos o post de hoje para falar melhor sobre sua importância. 

Por que o sono regulado é importante?

Obviamente, quando bebês, as crianças não dormem oito horas seguidas, mas quando falamos em sono regulado, queremos dizer sobre uma rotina adequada para cada idade. Afinal, em cada fase, uma quantidade de horas é recomendada. Isso porque, enquanto dormem, os pequenos solidificam seus aprendizados. Inclusive, é nessa hora que eles aprendem a falar, engatinhar, pegar os objetos, caminhar, danças, comer e outras tarefas mais complexas que vão realizando conforme o tempo passa.

Devemos destacar ainda que, de acordo com a Sleep Foundation, dormir é tão importante quanto alimentação e higiene. Isso porque, além de ajudar no desenvolvimento intelectual, é nesse momento de descanso que o corpo libera os hormônios do crescimento. Além disso, outras pesquisas ainda mostram que dormir o tempo recomendado para cada faixa etária está ligado a uma melhora na atenção, memória, comportamento, aprendizagem e até mesmo na saúde emocional. 

Não podemos deixar de lembrar ainda que não dormir bem pode acarretar em problemas a curto prazo como cansaço e sonolência, alterações de humor, perda de memória recente, comprometimento da criatividade, lentidão do raciocínio, desatenção e dificuldade para se concentrar. Já no longo prazo, a falta de sono faz com que o indivíduo tenha pouca energia para desempenhar qualquer atividade, envelhecimento precoce, diminuição do tônus muscular, comprometimento do sistema imunológico, perda crônica da memória, tendência a obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, etc. 

Qual o tempo ideal de sono?

Portanto, ainda que cada ser humano tenha suas particularidades, é importante prevenir esses problemas, sendo responsabilidade dos pais ajudarem os pequenos a respeitarem a quantidade de tempo dormido, que irá variar de acordo com cada faixa etária. Confira abaixo:

  • Recém-nascido a 3 meses de vida: de 15 a 18 horas de sono distribuídas ao longo do dia;
  • De 3 a 6 meses: entre 14 a 15 horas, sendo que 6 delas devem ser dormidas à noite e o restante em cochilos durante o dia;
  • De 6 a 12 meses:  de 13 a 14 horas, também divididas da forma anterior; 
  • De 1 a 2 anos: aproximadamente 13 horas, divididas em 8 horas noturnas e um cochilo durante o dia; 
  • De 2 a 5 anos: entre 10 a 12 horas de sono, divididos igual à fase anterior;
  • Fase pré-escolar: 10 a 12 horas de sono, mas somente à noite;
  • Adolescência: entre 8 a 10 horas de sono. 

Como ajudar a melhorar o sono do pequeno?

Agora que você sabe os benefícios do sono regulado e a quantidade de horas médias de sono para cada faixa etária, confira abaixo algumas dicas para ajudar o pequeno a dormir melhor: 

Crie uma rotina de sono

A principal dica é criar uma rotina para ser feita todos os dias, começando sempre na mesma hora. Isso porque, ter um ritual para dormir promove bons padrões de sono, visto que o relógio biológico se acostuma com esse hábito e a própria criança vai querer dormir no mesmo horário conforme o tempo for passando. Uma boa dica é ler uma história à meia-luz ou colocar uma música relaxante. 

Ofereça alimentos leves

As refeições dão energia para o corpo e aceleram seu metabolismo para a digestão. Por isso, tenha cuidado com o que o pequeno irá comer à noite, preferindo sempre refeições leves pelo menos duas horas antes do sono. Dessa forma, você evita uma noite ruim, além de indigestão, azia e refluxo.

Crie um ambiente adequado

Além do ritual noturno, ofereça um ambiente adequado para o pequeno dormir de forma confortável, deixando o quarto escuro, silencioso, organizado, com temperatura agradável, além de evitar aparelhos eletrônicos. 

Evite agito ou muito estímulo antes de dormir

Por fim, reduza a atividade mental e física do pequeno antes de dormir. Ou seja, evite que ele fique estudando, vendo TV ou jogando (principalmente videogame e jogos no celular) pouco antes de dormir, pois isso afeta a qualidade do sono de forma significativa. 

Então, agora que você entende a importância do sono regulado para seu pequeno, já pode colocar nossas dicas em prática. Mas, tenha em mente que é necessário ter paciência, visto que a rotina é implementada aos poucos. Afinal, se a criança não está acostumada a dormir cedo, não vai ser de um dia para o outro que você irá conseguir isso. Lembre-se que a transição deve ser tranquila.