Nesse vídeo de hoje você ficará sabendo quem foi o cantor que matou a esposa nos anos 80.
Lindomar Castilho é um ex-cantor e instrumentista brasileiro. É conhecido por canções como “Chamarada” e “Você é Doida Demais” , música que ficou famosa através da série Os Normais na Rede Globo. Lindomar construiu uma carreira sólida cantando boleros e sambas-canções românticos. Ele se tornou um dos maiores vendedores de discos na década de 70 no Brasil.
A carreira de Lindomar decaiu após o assassinato brutal de sua esposa nos anos 80. O cantor era casado com a paulista Eliana de Grammont desde março de 1979. Os dois se conheceram em 1977 nos corredores de uma gravadora no Rio de Janeiro. A paixão foi tão intensa que no casamento Eliana já estava grávida de um filho.
Lindomar era 15 anos mais velho que a esposa. Ele nasceu já cidade de Santa Helena de Goiás dia 21 de janeiro de 1940. Atualmente está com 80 anos de idade. O ex cantor sempre foi descrito como um homem agressivo e muito ciumento. Na época que o casal se conheceu Eliana estava começando uma carreira como cantora de MPB. Lindomar imediatamente exigiu que ela abandonasse a profissão.
No entanto, o alcoolismo e ciúmes excessivo tornaram o relacionamento insustentável. Eliana pediu o divórcio depois de um ano de união. Após a separação, a mulher decidiu retomar a carreira e voltou a cantar. Infelizmente Eliana foi atacada pelo ex marido enquanto se apresentava em um palco três meses após o divórcio. O artista entrou no local e efetuou 5 disparos contra a mulher que não pôde se defender. A cantora foi socorrida, mas faleceu a caminho do hospital com 26 anos de idade.
Lindomar foi preso em flagrante. Como teu réu primário, ele pôde acompanhar o julgamento em liberdade. A pequena filha do casal Liliane passou a morar com a avó materna após o ocorrido. Lindomar foi condenado a 12 anos de prisão em 1984. Atualmente retirado da vida musical, o ex cantor vive sozinho em Goiás.

Compartilhe.
Avatar de Cristina Leroy Silva

Formada em letras pela UNICURITIBA, Cristina Leroy começou trabalhando na biblioteca da faculdade como uma das estagiárias sênior. Trabalhou como revisora numa grande editora em São Paulo, onde cuidava da parte de curadoria de obras que seriam traduzidas/escritas. A 4 Anos decidiu largar e se dedicar a escrever em seu blog e sites especializados