Você não vai acreditar quem é o marido de Paloma Duarte. Você vai ficar sabendo quem é o marido de Paloma Duarte e porque ela abandonou um colégio na adolescência.

DNA artístico. É o que se pode dizer da atriz Paloma Duarte, filha da também atriz Débora Duarte com o cantor Antônio Marcos, e neta do consagradíssimo Lima Duarte. Ela nasceu em 21/05/1977 em São Paulo.

Desde criança, Paloma esteve envolvida no mundo das artes. Aos nove anos, em 1986, participou de sua primeira peça teatral “Zé Adulto, Zé Criança”. Passaram-se dois anos e participou de um episódio de “Armação Ilimitada”. A estreia na tevê foi em 1991 no seriado “Grande Pai”, do SBT, interpretando uma pré-adolescente.

Em 1993 assinou contrato com a Rede Globo e interpretou vários personagens adolescentes em “Renascer”, “Tropicaliente”, “O Fim do Mundo” e Anjo de Mim”, entre outros. O primeiro papel adulto ocorreu em 1998 na minissérie “Hilda Furacão”.

E para você qual o papel de mais destaque de Paloma Duarte? Deixe seus comentários.

Em 2005, Paloma teve uma passagem pela Record e faz parte do elenco do filme “Dois Filhos de Francisco”, que lhe valeu o prêmio de melhor atriz. Em 2006 estrela sua primeira protagonista em “Cidadão Brasileiro”.

Quinze anos depois, volta à Globo em 2019 para participar do elenco de “Malhação”.

Paloma Duarte frequentou um colégio interno em São Paulo. Sua rebeldia, porém, a levou a parar os estudos aos 14 anos. Saiu de casa aos 15, antecipando a emancipação civil.

A atriz Paloma Duarte casou-se com o cantor Renato Lui em 1993. Quando tinha 17 anos, deu a luz à filha Maria Luiza. O casamento durou até o ano seguinte. Em 1997, casa-se com o ator Marcos Winter. No mesmo ano, nasceu Ana Clara. Separam-se em 2003. Pouco depois, a atriz começa a namorar o cantor Oswaldo Montenegro, 21 anos mais velho. Ficam juntos até 2009. Depois de outros relacionamentos, Paloma e o ator Bruno Ferrari se casam em 2012, tendo o filho Antônio, a quem chama de Toni.

Compartilhe.
Avatar de Cristina Leroy Silva

Formada em letras pela UNICURITIBA, Cristina Leroy começou trabalhando na biblioteca da faculdade como uma das estagiárias sênior. Trabalhou como revisora numa grande editora em São Paulo, onde cuidava da parte de curadoria de obras que seriam traduzidas/escritas. A 4 Anos decidiu largar e se dedicar a escrever em seu blog e sites especializados