Entenda a relação entre marketing e o metaverso

O conceito de metaverso existe há muito tempo (o termo foi cunhado no romance de 1992 “Snow Crash” de Neal Stephenson), mas explodiu no quando a empresa anteriormente conhecida como Facebook mudou de nome em 2021.

Em todas as organizações de marketing, com 76% dos executivos de marketing B2C (marketing de negócios para clientes) pesquisados ​​planejando investir no metaverso este ano. Mas os resultados estarão à altura do hype?

Os seguimentos não se limitam apenas ao mundo dos games. Espera-se que o marketing médico em Goiânia entre no metaverso para estreitar a relação de médicos e pacientes, onde ele poderá fazer consultas, comprar remédios e até mesmo fazer exames de forma remota e em um ambiente otimizado para sua experiência pessoal.

Neste episódio, o vice-presidente, diretor de pesquisa Mike Proulx e vice-presidente, analista principal Julie Ask separam a oportunidade reais.

Definição do que é metaverso

Primeiro, eles definem o metaverso – essencialmente a camada de experiência 3D da internet – e por que estamos a pelo menos uma década de um verdadeiro metaverso.

Mas ainda há espaço para experimentação com “precursores do metaverso”, como a plataforma de jogos online Roblox. Sua marca deve entrar nisso?

Tudo se resume ao caso de uso. A Proulx e a Ask incentivam os profissionais de marketing a fazer um planejamento estratégico significativo e um design centrado no cliente antes de se envolver com os precursores do metaverso.

Saiba mais sobre o Marketing para iniciantes, qual é o melhor caminho para começar?

Marketing do metaverso

O marketing do metaverso também enfrenta uma batalha árdua com o sentimento do consumidor – isso porque insignificantes 14% dos adultos acham que as marcas deveriam construir mais experiências de marca.

Muitos consumidores, mesmo aqueles com conhecimento técnico, não estão interessados ​​no metaverso ou não sabem o que é. E os erros das mídias sociais – violações de privacidade, desinformação e assédio – contribuem para esse sentimento baixo.

A tecnologia não será a limitação do metaverso, será o entusiasmo.

Qualquer coisa pode acontecer à medida que o metaverso se torna realidade. À medida que se desenvolve, as marcas devem manter o foco em atender às necessidades do consumidor – o que pode envolver o metaverso – e deixar que outra pessoa tente acompanhar os Joneses.

Junte-se a Mike e Julie na CX North America de 7 a 9 de junho de 2022 para saber mais sobre marketing no metaverso e leia o relatório sobre o estado do metaverso.