Hoje em dia é possível encontrar embalagens dos mais diversos tipos de materiais, seja para armazenamento de produtos, para transporte ou distribuição dos mesmos.

E isso estamos falando dos mais variados segmentos do mercado, como é o caso da indústria alimentícia, de bebidas, de materiais pesados, farmacêutica, e muito mais.

Dessa forma, nada mais comum do que haver dúvidas sobre quais são as melhores embalagens visando atender às demandas do mercado. Vamos entender mais a respeito dessas opções em nosso blog. Acompanhe!

Embalagens de plástico

As embalagens de tipos de plástico são, sem nenhuma dúvida, as melhores opções em vários segmentos do mercado na atualidade.

Afinal, elas podem ser do tipo flexíveis e inflexíveis, sendo que a principal característica delas é que podem ser moldadas aos mais variados formatos e tamanhos.

Entre as embalagens de plástico que podemos citar estão os tubos, as sacolas, os sacos, os filmes, os frascos, os engradados e outros.

Em relação à composição da embalagem de plástico, você encontra opções como aquelas de polipropileno, de poliestireno, de PVC, de polietileno e polietileno de alta densidade.

O plástico se tornou também uma das preferências do mercado pela sua facilidade para proteger os itens em seu interior contra a umidade, a água e outros tipos de elementos.

Assim, qualquer tipo de risco que os produtos possam sofrer em seu processo de transporte e distribuição é reduzido com o uso do plástico.

E atualmente, as principais embalagens de plástico são aquelas produzidas a partir de produtos sustentáveis, visando atender melhor às exigências do mercado.

Embalagens de vidro

Um outro tipo de embalagem que tem feito muito sucesso no mercado atualmente é aquele de vidro.

O vidro tem como característica principal a sua elegância e beleza, porém, não há como negar que esse tipo de material é extremamente frágil.

Em geral, o seu uso é mais indicado para mercadorias úmidas ou pastosas que precisam ser expostas aos clientes ou aos fiscais em um determinado local.

O mais comum é que essas embalagens tenham formato de garrafas ou de frascos para perfumes e cosméticos, sendo ideais para produtos que não possuem uma boa interação com os plásticos.

Embalagens de papel/papelão

Temos ainda as embalagens produzidas com papel ou papelão, que podem ser dos mais diversos tipos, formatos e tamanhos, já que esse material é facilmente moldado.

Alguns tipos de embalagens desse material são as caixas de papelão, as bobinas de papel, os envelopes e os fardos, por exemplo.

É comum o uso de embalagens desses materiais nos mais diversos segmentos da indústria, visto que eles ocupam muito pouco espaço e são extremamente leves.

Porém, em geral eles são limitados a pacotes de tamanho menor para o envio de produtos variados, como celulares e outros eletrônicos, roupas e outros mais.

Embalagens de madeira

Por fim, temos as embalagens de madeira, que possuem uma infinidade de utilizações, caso do transporte, do armazenamento e da distribuição dos vários tipos de produtos.

O mais comum é que elas sejam indicadas para aqueles que são mais pesados e que são distribuídos em quantidades muito maiores.

Alguns dos tipos de embalagens mais comuns feitos de madeira são as caixas, os paletes, as bobinas, os barris de madeira, entre outros.

Conclusão

Como você pode ver aqui, existem diferentes materiais a partir dos quais as embalagens podem ser produzidas, conforme o segmento do mercado.

Neste texto, mostramos como entre os materiais usados, o mais popular é o plástico, que atende a uma infinidade de setores da indústria, podendo ser utilizados vários tipos de plástico.

O que achou do nosso conteúdo de hoje sobre a versatilidade e desempenho: as melhores embalagens para atender às demandas do mercado?

Compartilhe.
Avatar de Cristina Leroy Silva

Formada em letras pela UNICURITIBA, Cristina Leroy começou trabalhando na biblioteca da faculdade como uma das estagiárias sênior. Trabalhou como revisora numa grande editora em São Paulo, onde cuidava da parte de curadoria de obras que seriam traduzidas/escritas. A 4 Anos decidiu largar e se dedicar a escrever em seu blog e sites especializados