dicas-para-comprar-uma-casa-remotamente

9 etapas para comprar uma casa remotamente

O mercado imobiliário nunca dorme, o que é uma boa notícia se você precisa comprar casas à venda no Morumbi remotamente. Não importa onde você esteja ou o que esteja procurando, há muitas pessoas e processos configurados e prontos para ajudar. Tanto é verdade que, hoje, comprar uma casa remotamente pode acontecer com a mesma facilidade com que se você estivesse lá pessoalmente – com algumas ressalvas, é claro.

Existem muitos motivos pelos quais você pode estar pensando em comprar uma casa remotamente, incluindo realocações de empregos de última hora, mudanças interestaduais e casos em que o distanciamento é necessário para a saúde e segurança públicas – como a recente pandemia por causa do novo coronavírus, que impactou enormemente o trânsito de pessoas nas cidades. A boa notícia é que, felizmente, a inovação em tecnologia imobiliária – como videoconferência e assinaturas eletrônicas – torna mais fácil do que nunca comprar uma casa, mesmo quando você não pode estar dentro dela para conhece-la.

Comprar uma casa remotamente não precisa ser complicado. Aqui estão 9 etapas que você poderá seguir para comprar sua próxima casa à distância. Acompanhe!

1. Contate um bom corretor imobiliário

Seu corretor de imóveis é o seu melhor recurso absoluto quando você compra uma casa remotamente. É fundamental, então, que você trabalhe com alguém que conheça o mercado local por dentro e por fora, e que possa ser seu guia pessoal não apenas por meio da navegação em casa e exibições virtuais, mas também de inspeções e fechamentos.

Quanto a como encontrar um ótimo agente local, se você tiver um amigo, parente ou colega de trabalho que já more na área para a qual está se mudando, pergunte se ele tem uma indicação para você. Caso contrário, confira uma plataforma de pesquisa de corretores imobiliários da cidade desejada, de modo a pesquisar corretores de imóveis de maneira rápida e eficiente. Veja as avaliações e a experiência pessoal ao escolher seu corretor de imóveis, incluindo experiência com vendas remotas, e converse com alguns corretores diferentes antes de fazer sua escolha (essas dicas sobre como escolher um corretor de imóveis podem ajudá-lo a restringir suas opções).

2. Pesquisa para saber exatamente o que você deseja

É sempre importante saber o que você deseja – e igualmente importante, o que você não deseja – ao comprar uma casa. Mas comprar uma casa remotamente significa que você precisa ser ainda mais claro sobre o que você deve ter e o que não deve, já que o seu corretor imobiliário terá de ser o seu olhar ao avaliar as propriedades.

Além de detalhes como o número de quartos e banheiros, esclareça suas preferências quanto à localização, comodidades e condições da casa, certificando-se de listar quais são os seus problemas. Quanto mais direto você puder ser ao explicar o que está procurando em uma casa, melhor será o trabalho do seu corretor, garantindo que todas as propriedades que você deseja estejam de acordo com suas preferências.

3. Entenda o mercado que você está comprando

Seu agente é a sua escolha quando se trata de informações sobre o mercado local. Dito isso, existem alguns fatores de mercado exclusivos que você precisa entender para ser competitivo ao comprar uma casa remotamente.

A primeira coisa que você precisa saber é se é um mercado de compradores ou um mercado de vendedores. No mercado do comprador, há mais casas à venda do que compradores que procuram comprar, o que lhe dá uma vantagem competitiva que pode ser útil com uma compra remota – por exemplo, você terá mais tempo para aprender sobre uma propriedade antes de decidir se você deseja fazer um lance. Em um mercado de vendedores, entretanto, há mais compradores do que casas à venda, e você terá que agir rápido para receber seu lance e fechar o negócio.

Saber em qual mercado você está trabalhando definirá o tom do processo em termos de ritmo e expectativas e o ajudará a descobrir o melhor próximo passo à medida que avança passo a passo.

4. Estabeleça seu orçamento

Saiba o quanto pode pagar e investir. Verifique todas as suas economias, possibilidades de financiamento e potencial do seu bolso. Seja fiel ao que estabelecer, de modo a não onerar seu patrimônio tentando pagar por algo que não tem condições de comprar. Seja fiel ao seus recursos e realista.

5. Comece a pesquisar na internet

Navegar por residências remotamente é fácil graças às plataformas de listagem online e às redes sociais. Como se você vivesse no mesmo CEP, confie em uma combinação de sua própria navegação e da pesquisa de seu agente para encontrar propriedades nas quais você tem interesse e avalie as listagens minuciosamente para ver o que vale a pena buscar. Muitas listagens agora incluem coisas como tours virtuais e orientações, o que deve tornar esse processo muito simples de fazer.

6. Participe de uma exibição virtual

Peça ao seu agente para agendar uma exibição assim que você encontrar um imóvel de que gosta. Embora você não possa comparecer pessoalmente, seu agente pode levá-lo por meio de um bate-papo por vídeo, dando a você a oportunidade de ver a casa de perto e tirar suas dúvidas. Você terá que confiar muito na opinião do seu agente neste estágio, uma vez que ver uma propriedade em uma tela não é a mesma coisa que estar lá pessoalmente. Mas se você escolheu alguém em quem confia e com quem se comunica bem – e forneceu a eles uma lista de itens essenciais e negociantes – então você deve se sentir confiante de que eles podem ajudá-lo a decidir se uma determinada casa atende às suas necessidades ou não.

7. Faça uma oferta

Depois de encontrar a casa que deseja comprar, é hora de começar a trabalhar com a papelada. Todas as etapas de fazer uma oferta, ajustar uma oferta e ter uma oferta aceita podem ser feitas virtualmente, com a maior parte das tarefas feitas por seu agente e pelo agente do vendedor. E aqui novamente é onde você precisará confiar fortemente na experiência do seu agente, uma vez que eles não apenas sabem como fazer lances para o mercado local, mas também serão capazes de obter informações importantes sobre as motivações e urgência do vendedor – ambos os quais irá ajudá-lo a fazer uma oferta estelar.

8. Agende uma inspeção residencial

Observe que, embora uma inspeção residencial nem sempre seja necessária, é sempre uma boa ideia. Essa dica é essencial quando você compra remotamente. Esta é a sua oportunidade de mergulhar nas especificidades de uma propriedade e descobrir se há algum problema que precisa ser resolvido antes de fechar. E embora seja ideal que você esteja presente, se você está comprando uma casa remotamente, você não está totalmente sem sorte no que se refere à inspeção.

Peça a indicação de um inspetor residencial do seu corretor de imóveis e peça-lhe que participe da inspeção com você no chat de vídeo. Contanto que você tenha um inspetor e agente qualificado trabalhando em seu nome, você não deve se preocupar com quaisquer surpresas indesejáveis ​​que surjam após o fechamento da compra.

9. Avalie e feche o negócio

Assim que a inspeção for feita e as negociações resolvidas entre você e o vendedor, você terá apenas algumas etapas restantes antes que a casa seja oficialmente sua. Tenha atenção na verificação do contrato e comemore sua conquista! Viu só?! Quando você começa sabendo o que fazer, comprar uma casa remotamente não precisa ser um processo exaustivo. Com um corretor de imóveis qualificado ao seu lado, você poderá realizar todas as etapas necessárias sem precisar estar presente no local. Entre chats de vídeo, assinaturas eletrônicas e transferências eletrônicas, sua experiência deve ser tranquila, contínua e, com sorte, livre de estresse!